Os bairros mais seguros para se morar no Rio de Janeiro

Urca é um sonho para muitos cariocas

A segurança, certamente, é um dos primeiros pontos a se pensar na hora de buscar um lugar para morar e nesse texto vamos falar sobre os bairros mais seguros do Rio de Janeiro para se morar.

Por conta dos conflitos relacionados, principalmente, ao tráfico de drogas, a segurança pública é um grande problema no Rio. Assim, se você deseja morar na cidade maravilhosa e ter qualidade de vida e tranquilidade, é preciso avaliar com bastante cautela a escolha de um bairro para se morar na capital fluminense.

O que faz um bairro ser mais seguro?

Com as taxas de criminalidade crescentes em todo o Brasil, é essencial atentar em pontos que podem melhorar a segurança. Ao buscar um bairro seguro para se morar, é preciso prestar atenção em pontos como iluminação pública, policiamento, planejamento da área, movimentação, presença de centro comercias e entre outros pontos.

Desse modo, na hora de optar pelo lugar onde quer morar, é de extrema importância pesquisar bastante para que você possa se sentir mais seguro e tranquilo, bem como a sua família. Vale lembrar que o investimento em um imóvel é uma grande decisão que, muitas vezes,

A seguir, confira 5 fatores que fazem com que um bairro seja mais seguro:

1. A Iluminação

Além da iluminação pública, é importante também que as frentes das casas sejam bem iluminadas.

Isso ajudar a inibir roubos e furtos, já que facilita com que pessoas estranhas ou movimentações estranhas sejam facilmente identificáveis.

2. Verifique se há vigilantes

As rondas de segurança privada atuam em muitos bairros. Por ser uma forma de monitoramento constante, afasta bandidos que percebem que o bairro está constantemente vigiado. Além disso, no caso de perceber algo suspeito, basta acionar a ronda para ir até o local e fazer a verificação.

3. Entrosamento dos vizinhos

A vizinhança que possui uma boa comunicação acaba criando uma rede de colaboração que mantém o bairro mais protegido. Assim, os vizinhos devem ter o número de telefone um dos outros para que se comuniquem em caso de emergência.

Uma ação recomendada pela polícia é que ao notar movimentação suspeita na rua, as pessoas comecem a tocar apitos, pois ao saber que está sendo observado provavelmente o meliante vai sair do bairro rapidamente. É importante verificar se isso ocorre no local em que você está pretendendo se mudar.

4. Atente ao monitoramento de sua casa

Para ter mais segurança, a contratação de um serviço de monitoramento 24h. Há empresas especializadas nesse tipo de monitoramento com câmeras, alarmes, instalações de cerca elétrica e entre outros artifícios.

Se você tiver condições, sempre opte por morar em prédios residências ou condomínio fechado, já que esses empreendimentos costumam contar com moderno sistema de segurança e vigilância 24h e o preço é bastante acessível do que se for fazer o mesmo em uma única residência, pois é incluso na taxa de condomínio e rateado por todos os moradores.

5. Observe se há policiamento na área

Um bairro bem policiado, com posto da polícia e rondas constante é certamente mais seguro.

Certifique-se e converse com a vizinhança da área em que você deseja se mudar sobre como funciona o policiamento na área.

Estatísticas sobre a segurança no Rio de Janeiro

Em 2017, o aplicativo Fogo Cruzado, que faz parte de uma iniciativa da Anistia Internacional fez um ranking dos bairros com maior número de tiroteios no Rio de Janeiro. O Complexo do Alemão, na Zona Norte da Cidade, foi o primeiro lugar do ranking, ainda que esteja ocupado pelo Exército desde 2010. Outros bairros em que houve uma grande incidência de tiroteios foram Penha (Zona Norte), a favela Cidade de Deus (Zona Oeste) e a Tijuca, na Zona Norte.

Na Zona Sul, o único bairro mencionado foi Copacabana, que figura em quarto lugar no ranking de tiroteios.

Já em relação a roubos e furtos, em 2017, o Rio registrou 230.450 roubos, sendo uma média de um caso a cada dois minutos. Os bairros da Zona Norte da Cidade estão à frente nesses índices, sendo as áreas mais críticas Todos os Santos, Tijuca, Madureira, São Cristóvão e Méier.

Na Zona Sul, os bairros com roubos mais frequentes a pedestre são Botafogo, Ipanema e Copacabana.

A área do Centro, que engloba a Lapa e Santa Tereza também é considerada pontos críticos em relação a roubos e furtos. Assim, recomenda-se sempre andar com muita cautela nessas regiões e, se possível, não portar objetos de valor que possam despertar a atenção de bandidos.

Os bairros mais seguros para morar no Rio de Janeiro.

O Rio de Janeiro tem um total de 160 bairros, que estão divididos em zonas. São elas: Zona Norte; Zona Sul; Zena Central e Zona Oeste. A cidade é dividida em nove subprefeituras, que possuem 33 regiões administrativas. As subprefeituras levam em consideração a história de ocupação e posição geográfica do local.

De acordo com o levantamento do Censo de 2010, os bairros mais concentrados do Rio de Janeiro são: Bangu, Campo Grande, Santa Cruz, Tijuca, Realengo, Jacarepaguá, Copacabana, Barra da Tijuca, Maré, Taquara e Guaratiba. Nesses onze bairros concentra-se uma população de 1,5 milhões de habitantes. Vale destacar que o total estimado de habitantes no Rio de Janeiro é de 6,3 milhões.

Assim como em qualquer centro urbano, ainda que se escolha um bairro tido como mais seguro para se morar, os habitantes não ficam totalmente seguros contra a violência. Assim, recomenda-se sempre tomar medidas de proteção tanto para a sua residência quanto para quanto estiver andando nas ruas. A seguir, confira uma lista dos os bairros mais seguros do Rio de Janeiro para se morar:

1. Barra da Tijuca

Localizado na Zona Oeste da Cidade, a Barra da Tijuca é a parte do Rio de Janeiro que mais cresceu nos últimos anos. O bairro oferece uma boa infraestrutura com muitos serviços, lazer e transportes, tendo muitos prédios e condomínios, o que contribui para a criação de uma área segura para moradia, além de ser autossuficiente para atender todas as necessidades de seus moradores.

Uma belíssima paisagem acompanha um bairro muito bom para se morar

Uma belíssima paisagem acompanha um bairro muito bom para se morar

A Barra une moradia, trabalho e lazer e, não é a toa que cada vez mais é cotada como opção de moradia dos cariocas. Com as novas redes de transporte, como linhas de metrô e BRT a mobilidade para as outras áreas da cidade ficou mais fácil e tranquila. O bairro conta com ainda com uma das orlas mais famosas do Brasil e praias apropriadas ao banho.

2. Recreio dos Bandeirantes

O Recreio possui um clima mais residencial e acolhedor, possuindo uma grande quantidade de imóveis comercias e residências.

Recreio dos Bandeirantes é acolhedor e oferece ótima rota

Recreio dos Bandeirantes é acolhedor e oferece ótima rota

Localizado também na Zona Oeste, o bairro é conhecido pela ótima qualidade de vida que é possível ter no local, que é visto também como uma opção bastante viável no quesito segurança. Além de ser bastante tranquilo, o bairro está cercado pelas praias do Recreio, Gumari e Prainha.

3. Freguesia – Jacarepaguá

Próximo a Barra da Tijuca, este bairro tem crescido muito após a inauguração da Linha Amarela. Por ter uma posição central, o deslocamento dos moradores é facilitado para diversas áreas, como Centro, bairros na Zona Sul, Zona Norte e Barra da Tijuca.

Freguesia Jacarepagua - região arborizada e agradável

Freguesia Jacarepagua – região arborizada e agradável

Em uma região com muito verde, na freguesia há muitos condomínios residências, o que garante a segurança do local. Além disso, o bairro está próximo aos centros comerciais e empresariais. A Freguesia também é uma boa alternativa de bairro para quem busca qualidade de vida, praticidade e segurança.

4. Leblon

Tradicional bairro da Zona Sul Carioca, o Leblon é o bairro mais caro no Rio. Ao redor do Leblon estão outros bairros nobres como Ipanema, Lagoa e Gávea. No local há muitos imóveis de alto padrão, centro comercial, restaurantes além de uma agitada vida noturna.

Por ser um bairro pequeno (pouco mais de 2 km) e pela falta de espaço para construir, os imóveis no Leblon são de alto custo, contudo valem o investimento para quem busca qualidade, segurança, boa localização e uma das vistas mais exuberantes do Rio.

5. Lagoa

A Lagoa é um dos bairros mais cobiçados da Zona Sul do Rio de Janeiro. É lá que está a Lagoa Rodrigo de Freitas, que é considerada o “coração do Rio de Janeiro”.

Lagoa no Rio de Janeiro

Lagoa no Rio de Janeiro

Os parques, área de preservação ambiental e o clima tranquilo e silencioso e o ambiente propício para a prática de diversos esportes é um atrativo a mais do bairro, que é tido como bastante seguro.

6. Leme

Localizado na Zona Sul, o Leme faz fronteira com Copacabana, um dos bairros mais tradicionais do Rio de Janeiro. No bairro predominam prédios residenciais, hotéis e centro comercial. A Praia do Leme é uma das opções de entretenimento. Além disso, a localidade conta com diversos restaurantes e bares.

Praia do Leme no Rio de Janeiro

Praia do Leme no Rio de Janeiro

As ruas do Leme são tranquilas e quase sem trânsito, o que fornece aos moradores  uma vida tranquila e segura, sendo ao mesmo tempo próxima dos centros urbanos.

7. Peixoto – Copacabana

O Peixoto é um bairro não oficial que fica dentro de Copacabana (Zona Sul), sendo conhecido por ser bucólico e tranquilo. O bairro é cercado de verde, com praça e chafariz. O ar no local é de cidade do interior, onde todos se conhecem e se cumprimentam.

O Peixoto é um bairro não oficial que fica dentro de Copacabana

O Peixoto é um bairro não oficial que fica dentro de Copacabana

Para quem deseja morar em uma parte mais calma e segura de Copacabana, certamente o Bairro do Peixoto é a melhor opção.

8. Urca

Morar na Urca é um sonho para muitos cariocas. Localizado na Zona de Sul, o bairro é rico em natureza e atrativo turístico, pacato, seguro e tipicamente residencial. É lá que está o Pão de Açúcar, Morro da Urca e Praia Vermelha.

Urca é um sonho para muitos cariocas

Urca é um sonho para muitos cariocas

Outro ponto positivo do bairro é a proximidade tanto com a área central do Rio quanto de outros bairros na Zona Sul, como Flamengo, Botafogo e Copacabana.

8. Laranjeiras

Também localizado na Zona Sul, Laranjeiras é também um bairro tipicamente residencial, que nos últimos anos tem sido ocupado por novos empreendimentos. A região é comparada à Urca em relação à tranquilidade e ambiente residencial.

No bairro há um comércio diversificado, bares, restaurantes e também pequenas vilas que contrastam ao ambiente de cidade grande. O bairro é carregado de história e tradição. Foi de lá, por exemplo, que saiu a primeira linha de bonde do Rio de Janeiro, que ia em direção ao Largo do Machado.

Laranjeiras é um bairro tipicamente residencial

Laranjeiras é um bairro tipicamente residencial

Tanto Laranjeiras, quanto o vizinho Cosme Velho são bairros que guardam o charme do passado, já que foram a morada de escritores, pintores e pessoas ligadas à cultura, como Cecília Meirelles, Villa-Lobos, Portinari e Roberto Marinho.

9. Flamengo

O Flamengo é outro bairro da Zona Sul que se destaca quanto o quesito é segurança e tranquilidade. O bairro é cercado de belezas naturais e áreas propícias para a prática de esportes e passeios tendo como fundo uma vista incrível. Morar no Flamengo certamente é um investimento em sua qualidade de vida e bem-estar.

Flamengo é cercado de belezas naturais e áreas propícias para a prática de esportes

Flamengo é cercado de belezas naturais e áreas propícias para a prática de esportes

A localização do bairro é bastante privilegiada e ainda conta com deslocamento facilitado a partir de transportes públicos como ônibus, metrô e integração com a linha de trem. Que mora no Flamengo tem ainda muitas opções de restaurantes, bairros, academias e lojas no geral. O bairro também está bem próximo à região central e aos outros bairros da Zona Sul, como Botafogo, Laranjeiras e Urca.

10. Grajaú

O Grajaú é considerado um dos melhores bairros para se morar na Zona Norte do RIo de Janeiro. A região era uma sesmaria de padres jesuítas e se diferencia das outras partes da Zona Norte por ser um bairro planejado.

As ruas do Grajaú chamam atenção por sua arborização e conjunto arquitetônicos. O bairro conta com imóveis tombados considerados como de grande valor cultural e histórico. Desde 1992, o Grajaú é tido como uma Área de Proteção de Ambiente Cultural (Apac) para a preservação de suas características. Por conta disso, o bairro é bastante valorizado e tido como um dos mais seguros da Zona Norte.

Grajaú é considerado um dos melhores bairros para se morar na Zona Norte do RIo de Janeiro

Grajaú é considerado um dos melhores bairros para se morar na Zona Norte do RIo de Janeiro

Do tradicional ao mais moderno, seguindo essa lista dos bairros mais seguros do Rio de Janeiro para se morar certamente você vai encontrar o bairro perfeito para morar, sempre se preocupando com a sua segurança e de sua família.