Leblon: conheça a história deste bairro

Eis que estamos falando de um dos bairros mais charmosos do Rio de Janeiro, dono de cenários que compõe diversos filmes e novelas. O Leblon está localizado na Zona Sul do Rio de Janeiro, entre outros bairros famosos, como Ipanema, Gávea e Vidigal.

Ao todo, estima-se que mais de 46.000 pessoas vivem hoje no Leblon, composto por famílias de classe média e classe alta, que tem a renda aproximadamente, em R$ 6.845,00 reais. O azul do mar e o Morro Dois Irmão são os cartões de boas vindas que encontramos pelo bairro. A beleza natural unida a infraestrutura local o torna um dos bairros favoritas para a moradia e empreendimentos.

Conhecendo o Leblon

Como falamos acima, o Leblon é bastante visitado todos os dias devido ao mar, que utiliza seu incrível azul piscina para chamar a atenção de todos os visitantes. O Morro Dois Irmãos é um dos pontos turísticos do Rio de Janeiro mais visitados!

Basta andar um pouquinho por suas ruas históricas que já vamos percebendo que é um bairro bem tranquilo e bastante arborizado. Aqui, a vista arquitetônica que predomina são os prédios gigantes! A presença do comércio é bastante forte na região, mas o que agita o bairro mesmo é sua movimentação noturna, com muitos bares que mostram, dignamente, o estilo boêmio da vida carioca, servindo como uma verdadeiro convite às portas abertas.

A noite no Leblon é bastante agitada!

A noite no Leblon é bastante agitada!

Se você deseja conhecer um pouco mais sobre o comércio local, a dica é separar um tempinho para conhecer a Ataulfo de Paiva, a principal rua de lá.

Outra rua bastante importante para o bairro é a Bartolomeu Mitre, que além de ser movimentada, serve como passagem caminho para a Lagoa-Barra. Você também pode caminhar por outras ruas essenciais, como a Dias Ferreira e a Conde Bernadotte, onde a concentração de restaurantes que servem uma excelente opção gastronômica é abundante.

Por fim, a Delfim Moreira é a avenida que lhe dá acesso garantido a praia, a verdadeira maravilha presente a céu aberto.

Como falamos, o Leblon é um bairro histórico. Tem muita cultura para dizer em suas vielas… Mas hoje, se formar para citar um ponto que atrai muito a atenção das pessoas é, sem dúvida, o posto 21, na Orla.

Baixo Bebê- Leblon

Baixo Bebê- Leblon

É ali que encontramos o Baixo Bebê, que é um quiosque que se tornou o verdadeiro point do encontro de famílias que levam seus bebês para um verdadeiro “encontrão”.

Lugares para conhecer

Existem inúmeros locais que você poderia visitar para se apropriar um pouco mais da cultura local, como Mirante do Leblon (na orla) e as praças Antero de Quental e Cazuza. Para chegar na Antero de Quental, basta pegar um metrô que passe na Linha 4.

Praça Antero de Quental- Leblon

Praça Antero de Quental- Leblon

E já que estamos falando sobre a movimentação com o transporte público, porque não falar que a movimentação de ônibus para a zona sul, centro, zona oeste é bastante farta? Aqui, com certeza, você não terá problemas para se locomover.

As principais ruas para você conhecer são duas Avenidas: A Delfim Moreira e a Ataulfo de Paiva.

Infraestrutura local

Os moradores do Leblon não tem do que reclamar. O bairro está bem acompanhado quando o assunto é infraestrutura. O Leblon tem dois shoppings- O Shopping Leblon, que está localizado na Avenida Afrânio de Melo Franco e o Rio Design, que está localizado na Ataulfo de Paiva.

Se você tem filhos e sua preocupação são boas escolas, não se preocupe. Aqui você irá encontrar o tradicional Colégio de Santo Agostinho, que por sua vez, é enorme (tomando conta de quase um quarteirão todinho). Ele está nas ruas Cupertino Durão e José Linhares. Também tem a opção do Sarah Dawsey, que é bastante popular.

Existe, na região, diversas clínicas médicas especializadas que facilitam o seu atendimento emergencial. Agora, hospitais mesmo, ficam nos bairros vizinhos, como, por exemplo, a Gávea.

Origem do nome Leblon

Segundo a subprefeitura local, o nome Leblon, bastante popular, tem origem francesa, através de Charles Le Blond, que na época de 1845 era dono de boa parte de terras da orla da zona sul. Posteriormente, as terras foram separadas em pequenos lotes e foram vendidos.

Leblon teve sua origem inspirada no antigo dono de suas terras

Leblon teve sua origem inspirada no antigo dono de suas terras

Para se ter ideia, naquela região havia um quilombo de nome Seixas, que após acontecer a abolição da escravatura, foi completamente destruído (1888).

A urbanização local começou a acontecer no século XX, quando as primeiras ruas e praças começaram a dar um ar de cidade moderna. A primeira ligação com Ipanema da história se deu através da praia. O saneamento básico aconteceu pouco tempo depois, em 1920, assim que a Avenida Epitácio Pessoa fora entregue.

Antigo Leblon

Antigo Leblon

Devido a uma especulação imobiliária na década de 50 e 60, fez com que o bairro perdesse seus casarões tradicionais e dessem espaço, aos poucos para grandes prédios luxuosos que ocupam o bairro por toda a sua extensão.

Veja o vídeo da Danielle Suzuki contando um pouco da história do Leblon:

É, sem dúvidas, uma dos lugares mais famosos do Brasil! A sua vinda para o Rio de Janeiro de nada valerá se você não puder andar por suas ruas históricas, aproveite!