Ipanema – o gracioso bairro da bossa nova

Ipanema pode se vangloriar de ser um dos bairros mais conhecidos não só do Brasil, como do mundo. O motivo é igualmente famoso, a canção Garota de Ipanema, composição de Vinícius de Moraes e Tom Jobim, dois símbolos da Bossa Nova que viveram e cantaram o bairro.

Dá para dizer que a Bossa Nova uniu três características que fazem do bairro de Ipanema um lugar único: a praia, a vocação cultura e a boemia. Apesar de os anos 50 de Tom e Vinícius (e João Gilberto, Nara, Chico, Edu Lobo…) estarem muito distantes, Ipanema ainda é conhecida por esses traços – tendo ganhado mais alguns.

Vila ao bairro de Ipanema

Atualmente, Ipanema é vizinha de Copacabana, Lagoa e Leblon, mas essa divisão é menos recente do que se imagina. A localidade que hoje forma o bairro, fundado em 1894, começou a ser densamente habitada somente no início do século XX, quando uma parte da população do Rio de Janeiro, capital à época, passou a se estabelecer na Zona Sul e na orla, saindo do Centro da cidade para Flamengo e Botafogo, primeiramente, e então para Copacabana, Ipanema e Leblon.

Resultado de imagem para gif Rio de Janeiro

Antes disso, o bairro era conhecido como Vila de Ipanema, propriedade de José Antônio Moreira, conde de Ipanema. O nome foi dado em homenagem a uma região de sua terra natal, o atual município de Iperó (SP), formada por um rio e um morro e que, por sua vez, batizava a fábrica da família.

O nome “Ipanema”, herdado do rio paulista, vem do tupi e tem dois significados e origens etimológicas mais aceitos: “água ruim, rio sem peixes”, por meio da junção dos termos ‘y (“água”) e panema (“imprestável”); e “lago fedorento”, através de upaba (“lago”) e nem (“fedorento”).

O bairro de Ipanema floresceu a partir da criação de novas linhas de bonde unindo a região ao centro da cidade, por volta de 1902.

A Praia

Apesar de seu nome poder ser traduzido, literalmente, para “praia de água ruim”, a Praia de Ipanema é uma das mais populares e conhecidas do país – e por que não dizer, do mundo? –, perdendo apenas para a Praia de Copacabana e seu Revéillon.

Ipanema

Uma das inspirações de Vinícius de Moraes para a famosa canção, a praia ainda atrai muitas celebridades, turistas e banhistas, principalmente no famoso Posto Nove. A qualquer dia, é possível ver pessoas praticando surfe, vôlei, futebol, frescobol e futevôlei, entre outras atividades. Além disso, é palco de eventos culturais e shows regularmente.

Moça do corpo dourado, do sol de Ipanema, o seu balançado é mais que um poema… É a coisa mais linda que eu já vi passar…

Seus cerca 2,6 km de extensão ainda incluem o Arpoador, historicamente ligado à prática do surfe e à contracultura carioca da década de 1970, centrada no célebre píer de mesmo nome, e a Praia do Diabo.

Ipanema

Essa última recebeu seu nome por conta da força e do temperamento do mar no trecho, que tem águas mais violentas. É, também, o limite leste da orla do bairro de Ipanema, que dá lugar ao Forte e à Praia de Copacabana. A oeste, fica a Praia (e o bairro) do Leblon.

Informações e aspectos geográficos

O bairro de Ipanema tem uma área de 308,49 hectares (pouco mais de 3 milhões de metros quadrados) e uma população de 42.743 habitantes, medida em 2010. Seu Índice de desenvolvimento Humano (IDH) está entre os mais altos do país, comparável ao de países escandinavos, com pontuação de 0,962 – o IDH vai de ”0” (zero) a “1” (um) – avaliada em 2000.

Segundo o IBGE, entre 2001 e 2011, os imóveis em Ipanema tiveram uma valorização de 598,2%, enquanto a inflação no mesmo período foi de 91,85%, de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que baliza os valores do mercado imobiliário.

Como exemplo, um imóvel que custava R$ 350 mil passou a valer R$ 2,44 milhões. Alguns fatores que podem ajudar a explicar esse aumento são: o sucesso das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) à época e a escolha da cidade para sediar a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016.

Ipanema

 

Outro fator que definitivamente influenciou a valorização de Ipanema no período foi a inauguração da estação do metrô General Osório, em 2009. Desde então, outras duas estações atendendo o bairro foram abertas, ambas em 2016: Nossa Senhora da Paz e Jardim de Alah (na divisa com o Leblon).

A integração de Ipanema às demais zonas da cidade contribuiu para a pluralidade do bairro, que já era frequentado por turistas estrangeiros e brasileiros e passou a ser, também, de todos os cariocas que buscam suas opções de lazer.

O que fazer em Ipanema

Feira Hippie

Talvez um dos maiores exemplos de pluralidade do bairro de Ipanema, a Feira Hippie acontece na Praça General Osório desde o final da década de 60. Há barracas e expositores das 8h às 20h.

Feira Hippie em Ipanema

Um programa comum é visitar a feira antes ou depois da praia, parando numa das opções gastronômicas ao redor para matar a fome e/ou a sede.

Quadrilátero da Garcia D’Avila

Para quem não é de artesanato e prefere o luxo ao pitoresco, o quadrilátero formado pelas ruas Garcia D’Avila, Barão da Torre, Prudente de Morais e Maria Quitéria conta com lojas de grifes nacionais e estrangeiras.

Louis Vuitton, Cartier, Mont Blanc, Adidas, Puma, Osklen, Redley, Farm e Ellus são algumas das marcas que podem ser encontradas. Além disso, é possível encontrar lojas de biquínis, joias, móveis, livros raros, souvenires e restaurantes de padrão semelhante.

Bares e botecos

Ipanema possui alguns dos bares e botecos mais tradicionais da cidade, como Belmonte, Brasileirinho, Manoel & Juaquim, Sindicato do Chopp e Garota de Ipanema, todos carregados de história. O último era frequentado por Vinícius de Moraes e, reza a lenda, foi em uma de suas mesas que o poeta e compositor escreveu os versos da música de mesmo nome.

Para quem preferir o clima de pub das ilhas britânicas ao dos botecos cariocas, há o Shenanigan’s, um pub irlandês voltado para o público que gosta de rock.

Farme de Amoedo

A rua que corta Vieira Souto, Prudente de Morais, Visconde de Pirajá e Barão da Torre é um conhecido point LGBT, principalmente na área mais próxima à praia, onde conta com diversos estabelecimentos frequentados pelo público queer.

Ipanema

A região é muito procurada por turistas LGBTs que visitam a cidade, tida como um dos melhores destinos do turismo gay no mundo.

Como chegar a Ipanema

Além do metrô, o bairro de Ipanema, por sua importância turística, é coberto por uma grande quantidade de linhas de ônibus.

De metrô

Há três estações que atendem o bairro: General Osório, da Linha 1 (laranja), Nossa Senhora da Paz e Jardim de Alah, da Linha 4 (amarela).

As linhas de metrô fazem a ligação de Ipanema à Barra da Tijuca e outros bairros da Zona Oeste, por meio da integração com o BRT, e à Tijuca, passando por Centro, e demais bairros da Zona Norte atendidos pela Linha 2 e pelos trens da SuperVia.

De ônibus

O bairro de Ipanema é atendido por diversas linhas de ônibus, dentre as quais:

  • 415: Usina – Leblon;
  • 426: Usina – Jardim de Alah;
  • 432: Vila Isabel – Gávea;
  • 435: Grajaú – Gávea;
  • 461: São Cristóvão – Ipanema;
  • 539: Rocinha – Leme;
  • 582: Leblon – Urca;
  • 584: Cosme Velho – Leblon;
  • 557: Rio das Pedras – Copacabana
  • 2018: Galeão – Alvorada;
  • 2333: Recreio – Castelo;
  • 2334: Campo Grande – Castelo
  • 2335: Santa Cruz – Castelo;
  • Integradas 1 e 2: Rio Sul – Alvorada;
  • Integrada 6: Copacabana – Cidade de Deus;
  • Integrada 8: Rio Sul – Recreio;
  • Troncal 2 (102): Jardim de Alah – Rodoviária;
  • Troncal 3 (103): Central – Leblon;
  • Troncal 4 (104): São Conrado – Rodoviária;
  • Troncal 6 (106): Ipanema – Rodoviária.

Curiosidades

Duelo de pistolas

As areias de Ipanema foram palco de um dos raros e últimos duelos ocorridos na cidade,  em 1906, já que a prática era proibida por aqui. Os envolvidos foram o senador gaúcho José Gomes Pinheiro Machado e o jornalista Edmundo Bittencourt, diretor do “Correio da Manhã”.

Edmundo Bittencourt era conhecido por fazer duras críticas aos políticos, e Pinheiro Machado se sentiu ofendido pela forma como o jornal escrevia sobre ele. Então, como forma de lavar sua honra, o senador desafiou o redator-chefe para um duelo na praia do bairro.

Ipanema

Mesmo sem ter intimidade com armas de fogo, Bittencourt aceitou o desafio. Machado, por sua vez, era bastante familiarizado com esse tipo de armamento, uma vez que serviu como voluntário na Guerra do Paraguai, além de ter liderado a Divisão Norte durante a Revolução Federalista (1893-1895).

O duelo ocorreu no dia 23 de maio, precisamente às 8h30, e terminou com Pinheiro Machado ileso, enquanto Bittencourt foi ferido no quadril. Felizmente, nenhuma fatalidade ocorreu.

Carta ao Tom 74

Garota de Ipanema não foi a única música composta por Vinicius de Moraes sobre o bairro. Feita em parceria com Toquinho, a composição é um desabafo sobre as transformações por que Ipanema passava por causa da especulação imobiliária entre as décadas de 60 e 70, entre elas a grande movimentação de pessoas e o aumento das grandes edificações. Até mesmo a famosa garota, cuja inspiração foi a modelo Helô Pinheiro, foi referenciada na letra. Veja:

“Rua Nascimento Silva, cento e sete
Você ensinando prá Elizete as canções de canção do amor demais
Lembra que tempo feliz, ai que saudade, Ipanema era só felicidade
Era como se o amor doesse em paz
Nossa famosa garota nem sabia

Quer saber mais sobre o Bairro de Ipanema? Veja este outro post que fizemos aqui no blog!

EmCasa Imobiliária do Futuro