Significado de Gávea e sua ligação com o bairro carioca

Se você mora ou já visitou a cidade do Rio de Janeiro, provavelmente já deve ter ouvido falar sobre a Gávea, um dos bairros mais bem localizados do município e posicionado entre dois pontos turísticos importantes da cidade, o Morro Dois Irmãos e a margem oeste da Lagoa Rodrigo de Freitas.

Da Gávea também é possível ter uma vista privilegiada para o monte Corcovado, e fácil acesso à praia do Leblon, uma das preferidas da cidade turística. Em 2000, a qualidade de vida dos moradores da Gávea foi considerada a melhor dentre um total de 126 bairros cariocas avaliados.

Monte de Corcovado- RJ
Monte de Corcovado- RJ

Com um nome tão incomum, surge a dúvida: qual a sua origem e o real significado da palavra “gávea”? Você sabe o motivo pelo qual o bairro recebeu esse nome? Confira a seguir isso e muito mais a respeito daquele que é considerado um dos melhores bairros cariocas.

Significado do termo gávea

Gávea é um termo mais comumente utilizado na engenharia naval, e diz respeito a cada um dos mastaréus dispostos acima dos mastros reais, que formam o cesto para observação situado no mastro das caravelas portuguesas.

Vamos por partes: você sabe o que é um mastaréu? E um mastro real?

Mastaréu é mais um termo técnico náutico, e refere-se às peças verticais existentes nas embarcações à vela, encarregadas de sustentar unidades como a retranca, as cruzetas e o velame.

Os mastros são as principais estruturas da mastreação, e geralmente têm seção quadrada, circular ou oval. Podem ser fabricados de diferentes materiais, tais como madeira, aço, alumínio ou fibra de carbono.

Já o termo “mastro real” designa cada um dos três mastros que compõem a estrutura que segura a vela do navio: o grande, o do traquete ou da proa e o da mezena, que é a vela latina quadrangular que se enverga nesse mastro.

Portanto, a Gávea nada mais é do que a parte superior dos mastros que fazem parte da armação que prende a vela da embarcação. Sua etimologia advém do latim medieval “gabia”, ou “cavea”.

Agora que você já sabe o que essa palavra significa, confira a seguir a sua ligação com o bairro carioca.

Um dos bairros mais charmosos do Rio

O bairro carioca da Gávea nasceu do loteamento de propriedades rurais localizadas no Jardim da Gávea, por volta dos anos 1930.

Até então, era um ponto muito conhecido por sediar corridas de carros, no que até então era chamado de Circuito da Gávea, concorrido acontecimento social e esportivo que chegava a reunir até 300 mil espectadores.

Circuitos de rua no entorno do Morro Dois Irmãos e da Avenida Niemeyer eram realizados anualmente, e duraram cerca de 20 anos. A Gruta da Imprensa, espaço reservado na época para os jornalistas, é um dos resquícios desses tempos.

Por volta da década de 1970 houve a inauguração do Túnel Dois Irmãos e da Autoestrada Lagoa-Barra, o que possibilitou maior acessibilidade ao bairro. Isso fez com que o bairro passasse por uma intensa especulação imobiliária, verticalizando-se de maneira expressiva.

A Gávea é uma região predominante residencial, porém sua vida noturna, sua arquitetura contemporânea e seus centros culturais fazem do bairro um dos principais destinos turísticos da cidade.

Leia também: Leblon- O bairro sossegado do Rio de Janeiro

A área verde que compõe a região também é um grande atrativo e faz do bairro um lugar muito agradável para se viver. Além de ser repleto de árvores e canteiros espalhados pelas ruas, também possui o Parque Natural Municipal da Cidade, uma área de 500 mil metros quadrados, composto de diversas árvores frutíferas e espécies raras, como árvores de pau-brasil.  

O bairro da Gávea recebeu esse nome por causa da proximidade com a Pedra da Gávea, que é até os dias atuais um dos pontos turísticos mais visitados do Rio de Janeiro. A pedra fica localizada em meio a Floresta da Tijuca, e pode ser acessada por meio de uma trilha de 1,67 km.

Pedra da Gávea- RJ
Pedra da Gávea- RJ

A Pedra da Gávea é considerada o maior bloco de pedra à beira mar do mundo. Seus 842 metros de altura possibilitam uma visão incrível de toda a orla carioca, entre a Zona Sul e a Zona Oeste do Rio de Janeiro. De lá, é possível observar as montanhas que compõem a Floresta da Tijuca.

Esse monumento também já foi conhecido como “A Cabeça do Imperador”, devido a aparência do formato de um rosto que o lado da pedra oposto ao mar apresenta. Os índios a chamavam de “Metaracanga”, a cabeça enfeitada.

Foi, por sua vez, batizada de Pedra da Gávea devido a sua semelhança com o cesto de observação localizado no mastro das embarcações portuguesas.

O bairro da Gávea também ficou marcado por ter servido de inspiração para alguns escritos do grande poeta e compositor Vinicius de Moraes, como na canção “Poema de Auteil”, ou no texto “Cobertura na Gávea”, uma das produções que compõem o livro Para Uma Menina Com Uma Flor, lançado em 1966.

Agora que você já sabe toda a simbologia e carga histórica envolta na história desse bairro tão querido, não pode deixar de visitá-lo quando for para o Rio de Janeiro, hein?!

EmCasa Imobiliária do Futuro